fbpx

Lira faz apelo a embaixador e pede ajuda da China contra Covid-19



O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), recorreu nesta terça-feira (09) ao embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, para pedir auxílios do país comunista para o combate do novo coronavírus no Brasil.

De acordo com Lira, em um vídeo e uma carta divulgada em seu perfil no Twitter, o governo brasileiro não é apenas o Executivo, mas também o Legislativo e o Judiciário, e isso o motivou a apelar pela ajuda do país.

“Também em nome do governo brasileiro, como presidente da Câmara, gostaria de reafirmar os compromissos permanentes com o governo da República Popular da China, em favor dos interesses dos nossos povos”, disse o deputado.

O parlamentar ainda enfatizou a “parceria” do país governado pelo Partido Comunista Chinês para com o Brasil.

“Quero dizer que os interesses permanentes dessas duas grandes nações nunca foram e poderão ser afetados pelas circunstâncias, pelas ideologias (…) A China é nosso maior parceiro comercial e o Brasil respeita a China, que merece o nosso reconhecimento, assim como eu tenho certeza que a China também respeita o nosso Brasil”, declarou.

O presidente da Câmara analisou ainda que os chineses poderão ajudar o Brasil a realizar uma vacinação em massa, o que levaria a uma melhora do cenário pandêmico no país.

“Nesse contexto, embaixador, eu me dirijo ao governo chinês, neste momento de grande angústia para nós brasileiros, para que nossos parceiros chineses tenham um olhar amigo, um olhar humano, um olhar solidário. Que nos ajudem a superar este momento de muita dificuldade na pandemia”, disse Lira ao citar insumos e vacinas que o PCCh poderia oferecer ao Brasil.

“Faço esse apelo para que salvemos vidas de brasileiros – brasileiros que alimentam e salvam vidas de chineses com nossa produção agrícola. É com compreensão, diálogo e respeito, solidariedade mútua, que iremos reforçar cada vez mais nossos laços”, afirmou Lira.

Apesar de declarar que a ação é uma tentativa para conseguir auxílios para o Brasil, o presidente da Câmara ainda não se manifestou ou apoiou a tratativa do Poder Executivo para importar remédios e vacinas contra a Covid-19 de Israel.

Em uma de suas publicações no Twitter, Arthur Lira foi alvo de crítica de diversos cidadãos.

“Tua função não é diplomacia e sim trabalhar na Câmara para melhorar o regimento, leis e demais coisas. Agora sei que tu tem culpa na planilha da Odebrecht”, disse um internauta.

“Estamos esperando as reformas, temos o Ministério da Saúde que já está fazendo isso!”, disse outra pessoa em um tuíte.

O jornalista Allan dos Santos também criticou o episódio em uma publicação.

“Podia piorar? Sempre tem um que prova que sim”, disse Allan ao responder à publicação da carta de Lira ao embaixador chinês.

Com informações: Agência Câmara de Notícias.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: