fbpx

Mães menores de idade e pais solteiros receberão auxílio emergencial



As mães menores de idade e os pais solteiros devem entrar para o grupo de brasileiros aptos a receber o auxílio emergencial de R$ 600.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse à comissão mista do Congresso Nacional destinada a acompanhar as medidas de enfrentamento da covid-19 que a pasta emitiu um parecer favorável ao Palácio do Planalto nesse sentido.

A expectativa, segundo Onyx, é de que o presidente Jair Bolsonaro sancione “o mais rápido possível” a proposta aprovada pelo Congresso, sem vetos, que concede o benefício a esses dois grupos.

Onyx esclareceu aos parlamentares que apesar estar “no horizonte” da pasta, não há ainda nenhuma definição sobre a possibilidade de prorrogação do auxilio emergencial, previsto para acabar em junho.

Com informações, Agência Brasil

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Esposa, jornalista, tupãense e católica. 23 anos.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Enquanto isto as pessoas que se inscreveram no auxílio emergencial seguem nas mãos dos doutrinados da ESQUERDA. Eu tenho vários exemplos do recurso que está sendo negado e sem possibilidade de recorrer. No meu caso, sou MEI e meus clientes estão com as lojas fechadas nos shoppings e eu impossibilitada de vender e ganhar minhas comissões. No entanto recebi a recusa do programa alegando que eu tenho mandato eletivo!! E não tem onde recorrer no site. Fui candidata mas não ganhei e no entanto tive meu recurso negado pq diz lá que sou parlamentar. Como eu várias pessoas estão passando por isto. Fica a pergunta, quem está analisando isto?? Várias pessoas que votaram em Bolsonaro estão sem receber o auxílio. Vale investigar!!

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: