fbpx

Mais de 6.000 casos análogos ao trabalho escravo foram denunciados

trabalho escravo, brasil, aliciamento, tráfico de trabalhadores, denúncias


O Ministério Público do Trabalho (MPT) recebeu mais de 6 mil denúncias sobre trabalho escravo, aliciamento e tráfico de trabalhadores nos últimos 5 anos.

Em 2020, mais de 900 trabalhadores foram recuperados de trabalho próximo ao escravo, segundo o vice-coordenador nacional de Combate ao Trabalho Escravo e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Conaete), do MPT, Italvar Medina.

Medina afirmou que as vítimas destas agressões são pessoas com muita vulnerabilidade social, baixa escolaridade e sem oportunidades de emprego ou noção dos seus direitos.

“Elas são iludidas por promessas de ótimas condições de trabalho e remuneração, muitas vezes levadas a sair do seu estado de origem e quando chegam ao seu destino, percebem que a situação não é como foi prometida”, disse o vice-coordenador.

O perfil das pessoas em situação análoga a da escravidão foi traçado e revela que 70% delas são pardas ou negras, em sua maioria homens e que se encontram em maior número em Minas Gerais.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: