fbpx

Manifestações ‘pró-democracia’ e ‘contra racismo’ são marcadas por vandalismo



Causar pânico, jogar pedras contra as vidraças, atear fogo a mercadorias e destruir portas e equipamentos são consideradas pela grande mídia manifestações “pró-democracia”. Tudo isso vem acontecendo nos últimos dois dias em diversas cidades pelo Brasil, após a morte de João Alberto Silveira Freitas, conhecido como “Beto”, na última quinta-feira (19/11) (conheça sua longa ficha criminal aqui).

Nesta sexta-feira (20/11), manifestantes depredaram a loja do Carrefour no Shopping Jardim Pamplona, no bairro dos Jardins, em São Paulo.

Os vândalos causaram pânico, jogando pedras contra as vidraças, ateando fogo a mercadorias e destruindo portas e equipamentos.

As manifestações violentas afetaram clientes e trabalhadores presentes no local, muitos dos quais também negros.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...