fbpx

Médicos chineses admitem que foram orientados a mentir sobre a Covid-19

Foto: Reprodução


Médicos chineses admitiram em entrevistas gravadas de forma secreta para o documentário Surto: O Vírus que Abalou o Mundo, veiculado pela emissora ITV, que sabiam o quão perigoso a Covid-19 era quando surgiu pela primeira vez em Wuhan, mas foram pressionados a mentir.

“Nós sabíamos que esse vírus era transmitido de pessoa para pessoa. Mas quando participamos de uma reunião no hospital, fomos orientados a não falar abertamente”, disse um médico.

Outros profissionais da saúde alegaram que o governo do Partido Comunista Chinês (PCCh) também mentiu sobre não haver mortes até 9 de janeiro. “Havia mortes todos os dias nos primeiros dias”, disse uma pessoa identificada como médico sênior.

Um outro médico disse saber que o vírus era mortal já em dezembro de 2019.

Os profissionais de saúde também alegaram que as autoridades locais sabiam que era arriscado celebrar o Ano Novo Lunar.

O documentário, por enquanto, está disponível no Youtube:

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: