fbpx

Mesmo com salário mínimo de US$ 3,50 no país, Maduro paga US$ 60 mil para ter cantor em seu aniversário



Mesmo os venezuelanos possuindo um salário mínimo de somente US$ 3,50, o ditador Nicolás Maduro decidiu pagar US$ 60 mil para que o cantor dominicano Bonny Cepeda se apresentasse em sua festa de aniversário.

A informação do valor do cachê foi revelada pelo próprio cantor na última terça-feira (1º).

A oposição de Maduro, liderada por Juan Guaidó, teceu fortes críticas contra o ditador, que contratou a apresentação para comemorar o aniversário de 58 anos de idade em 23 de novembro de 2020.

“O desprezo de Maduro e de sua cúpula está se tornando cada dia mais dantesco”, disse Tomás Guanipa, representante diplomático de Guaidó na Colômbia.

“Enquanto os venezuelanos morrem de fome e pelo colapso do sistema de saúde, Maduro paga milhares de dólares para contratar um cantor de salsa”, acrescentou Guanipa.

A oposição também criticou o fato de Maduro ter levado diversos artistas estrangeiros para sua festa, mesmo as fronteiras venezuelanas estando fortemente restringidas para outros cidadãos.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: