fbpx

Milícia iraniana afirma ter células de resistência em Washington, DC



Um grupo miliciano do Irã, que atua no Iraque, divulgou em um canal do Telegram que possui uma “célula de resistência” nos Estados Unidos (EUA).

De acordo com um relatório, o grupo nos EUA teria a capacidade para atacar tropas norte-americanas.

“O eixo de resistência hoje está mais forte do que antes. As células de resistência estão enraizadas até mesmo na América e em sua capital ”, dizia supostamente uma postagem nas redes sociais, conforme revelou uma matéria publicada no jornal Memri.

As mensagens seriam do grupo Kawtheryoon Electronic Team.

O instituto Oriente Médio Media Research, que rastreia grupos radicais, teria obtido uma captura de tela das mensagens.

Nelas os extremistas declararam que as facções terroristas associadas ao Irã estão se fortalecendo e atraindo mais apoio do que nunca.

Segundo o The Epoch Times, nas conversas haviam ameaças também a Israel, referindo-se ao país como um “inimigo sionista”.

“Não pense que você e os americanos, ao matar Qassem Soleimani e Abu Mahdi al-Muhandis, sobreviverão ao tormento da resistência”, acrescentou o grupo nas mensagens, referindo-se ao comandante iraniano e ao comandante da milícia iraquiana que foram mortos em um ataque aéreo ano passado.

Na semana passada, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, alertou que o Irã não pode agir de forma impune e alertou o estado para “ter cuidado” quando questionado sobre qual mensagem ele estava enviando ao país com os ataques aéreos dos EUA na Síria.

“Você não pode agir impunemente. Tenha cuidado ”, disse Biden a repórteres no Texas.

Os EUA realizaram ataques aéreos autorizados por Biden contra instalações pertencentes à milícia apoiada pelo Irã no leste da Síria no último dia 26 de fevereiro, segundo o país, em resposta a ataques de foguetes contra alvos americanos no Iraque.

O Teerã negou estar por trás dos ataques recentes, sejam no Iraque, contra navios no Golfo ou nas instalações sauditas de houthis do Iêmen, apoiados pelo Irã.

A revelação das mensagens vem dias depois de um ataque com bombas à uma Base Militar dos Estados Unidos no Iraque no dia 03, conforme o Terça Livre noticiou.

Fonte: The Epoch Times

SUPOSTA CAPTURA DE TELA DAS MENSAGENS.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: