fbpx

Ministério Público do Pará pede o afastamento de Helder Barbalho



O Ministério Público do Pará (MPPA) pediu nesta quarta-feira (31) o afastamento do governador Helder Barbalho (MDB), por improbidade administrativa.

O órgão afirma ter detectado atos de improbidade administrativa do governo no estado no processo de contratação de 1.600 bombas de infusão chinesas no valor de R$ 8 milhões e 400 mil reais. Os equipamentos seriam destinados ao tratamento da Covid-19.

Conforme a denúncia, a contratação foi direcionada à empresa SKN do Brasil “por meio de procedimento irregular de dispensa de licitação, culminado na aceitação de proposta com preço superior ao devido e na contratação de empresa inapta com elevado risco de inadimplemento”.

Ainda de acordo com o MPPA, a “SKN do Brasil recebeu antecipadamente metade do valor previsto para aquisição dos produtos, ou seja, 4 milhões e 200 mil reais, sem a concessão de qualquer garantia por parte da empresa. Porém, entregou apenas 1.580 bombas de infusão, e fora do prazo contratual”.

O assunto foi comentado no Boletim da Manhã

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: