fbpx

Ministro abre investigação contra empresas no âmbito do inquérito 4781

Marcos Oliveira/Agência Senado


O ministro Alexandre de Moraes determinou no dia 23 de abril que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apure a suposta existência de pagamentos feitos por políticos e partidos nas eleições de 2018 e 2020 a seis empresas de tecnologia que são alvos de Ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aijes) no Supremo Tribunal Federal (STF).

As investigações ocorrem no âmbito do Inquérito 4781, chamado Inquérito das Fake News, que foi prorrogado, mais uma vez, no início do mês de abril.

São alvos do despacho de Moraes as empresas Yacows Desenvolvimento de Software Ltda; Kiplix Comunicação Digital Ltda; AM4 Brasil Inteligência Digital Ltda; APP Mobile Desenvolvimento Multimídia EIRELI / Quick Mobile Desenvolvimento de Software Ltda; Deep Marketing Ltda e Bemoby Soluções em Tecnologia EIRELI

A investigação tem como base uma matéria da jornalista Patricia Campos Mello, veiculada pelo jornal Folha de São Paulo em 2018.

Conforme o Terça livre noticiou, em dezembro de 2020 Patricia Campos Mello e a Folha foram sentenciadas pelo Poder Judiciário de Santa Catarina por divulgação de fake news em uma reportagem.

De acordo com o despacho divulgado pela assessoria do STF, o ministro Alexandre de Moraes, argumenta que as ações em trâmite no TSE têm como base a possível existência de disparos em massa de mensagens, com conteúdos falsos, “em favor ou contra determinado candidato ao pleito de 2018 e com modus operandi, em tese, extremamente semelhante ao investigado no INQ 4781.”

Moraes ainda solicitou que o corregedor geral eleitoral, ministro Luis Felipe Salomão, realize o compartilhamento das Ações de Investigação Judicial Eleitoral na íntegra, além das informações do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre um possível investimento público à essas empresas.

O ministro determinou também a oitiva de sete funcionários das empresas no prazo de quinze dias.

LEIA NA ÍNTEGRA A DECISÃO DO MINISTRO DO STF.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: