fbpx

Mortes por alcoolismo aumentam durante isolamento social



 

A política de isolamento social provocou um aumento de quase 20% nos casos de morte causados por transtornos mentais ligados ao alcoolismo. Os dados foram coletados pelo Sistema de Informação sobre Mortalidade no Brasil, que apontam, ao todo, 7.612 vidas perdidas pelo o uso elevado de bebidas alcoólicas, apenas em números oficiais.

O índice mostra que a maior parte das mortes ocorreu a partir de abril de 2020, logo depois dos primeiros óbitos provocados por Covid-19. Além disso, houve uma reversão da curva no período, uma vez que os casos de mortes ligadas ao alcoolismo vinham em ritmo de queda desde 2012, com ligeira alta de 0,2% entre 2018 e 2019.

O aumento na ingestão de álcool se concentrou entre aqueles que já eram considerados “abusadores”, ou seja, pessoas que bebem mais de cinco doses por dia. De acordo com dados da Organização Pan-Americana de Saúde, mais de 300 mil pessoas morrem todos os anos em decorrência das doenças relacionadas ao alcoolismo.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) classifica que não existe um limite seguro para o uso de álcool.

Sobre o Colunista

Italo Toni Bianchi

Ítalo Toni Bianchi, bacharel em teologia pelo Seminário Teológico Batista Nacional Enéas Tognini. Músico percussionista, leitor, preletor e redator no Terça Livre.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: