fbpx

Mourão se reuniu com a CUT para esclarecer pontos da reforma da Previdência

General Hamilton Mourão 2


O vice-presidente, general Hamilton Mourão, reuniu-se com a direção da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Palácio do Planalto, na manhã desta quinta-feira (7/2) para tratar de pontos da reforma da Previdência.

Ele aconselhou os sindicalistas a procurarem seus representantes no Congresso.

“Eu os alertei que eles têm que usar os representantes que eles elegeram no Congresso. Para que também apresentem as ideias que eles têm a respeito do assunto. Ao mesmo tempo, eu conversei com eles para desmistificar um pouco a questão da Previdência, de que quem tem direito não vai perder esse direito”, disse o vice-presidente.

Geração de emprego também foi tema da reunião.

“Eles vieram apresentar as demandas deles em relação ao emprego. A indústria teve uma queda tremenda na capacidade de empregar. Muita empresa fechou, outras botaram gente para fora. Então, eles vieram conversar a esse respeito”, afirmou.

 * com informações da Agência Brasil

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

14 Comentários

Clique aqui para comentar

  • .
    A política é a continuação da guerra por outros meios.

    Clausewitz disse o contrário, mas equivocou-se. Como ele mesmo sentenciou “a guerra é o meio de fazer com que os outros façam a nossa vontade”.

    De fato a violência, a ameaça física foi por muito tempo o meio predileto. Porém já de muito não é mais o melhor método. Entendeu-se que DOMINAR MENTES é mais produtivo do que DOMINAR CORPOS e a política veio substituir a guerra, a ameaça ou enfrentamento. Portanto a política substitui a guerra como “ferramenta” e não o contrário.

    Acredito que todos seres possuem fraquezas e a mais forte das fraquezas é a VAIDADE. Isso tem tudo a ver com a antiga sensação, comentada por vários e esclarecida em termos resumidos por Bertrand Russel, que são os dois tipos de ambição: AMBIÇÃO MATERIAL (finita) e AMBIÇÃO INTELECTUAL (digo psicológica, que é infinita):

    – O desejo de superioridade é característica do vaidoso e do orgulhoso.

    a ) O orgulhoso quer sentir-se virtuoso, mas deseja que isso seja verdade. É um sentimento egoísta e só dele usufruirá se convencido de possuir virtudes verdadeiras. Portanto o orgulhoso se obriga a comportar conforme SEUS JULGAMENTOS sobre virtude e vício. Tenta então ser VIRTUOSO em sua ESSÊNCIA.

    b ) O vaidoso quer que os outros o considerem virtuoso, pois sua opinião própria não lhe interessa tanto quanto a alheia. Não se importa com seus julgamentos sobre si, pois vive em função do grupo e deste almeja a aprovação para conseguir seus objetivos através dos outros e não de si mesmo. Talvez por desprezar-se intimamente e voltar-se para a admirão alheia em quem pretende representar-se e obter sua satisfação: se “alimenta” dos julgamentos alheios e tudo exige dos outros como se uma compensação por diluir-se na coletividade.

    – Em resumo o ORGULHOSO é egoísta e individualista. Já o VAIDOSO é egocêntrico e coletivista.

    Podemos perceber facilmente que os VAIDOSOS podem ser facilmente MANIPULADOS, no sentido de serem conduzidos a fazer a vontade alheia em busca de compensações em favor de sua vaidade. Aliás o termo “MANIPULAR” assim se define.

    EM busca de APROVAÇÃO do meio o vaidoso se deixa ADESTRAR, pois que molda-se às “VIRTUDES” propagandeadas pois a propaganda é uma informação (verdadeira ou não) sobre algo que pode ser a OPINIÃO ALHEIA. Assim a propaganda de uma MORAL induz a que uma comunidade assuma essa moral como a escala das virtudes a qual todos devem moldar-se dentro da comunidade. Essa escala NÃO IMPLICA em RACIONALIDADE sobre VIRTUDES, mas meramente em APOIO QUANTITATIVO ou CONSENSO GRUPAL. Contudo o consenso não determina a verdade. Daí a idéia de ÉTICA ser a pretensão de uma moral objetiva, baseada na racionalidade em vez de em tradições e consensos.

    – Portanto, indo direo a questão, a política visa CORROMPER, subornando e seduzindo, aproveitando-se da COBIÇA e principalmente da VAIDADE (ambições material e psicológica).

    Como B. Russel bem percebeu, a ambição psicológica é incomparávelmente mais forte que a material e é aí que a política ataca com todas as “armas”, ARDIS, para manipular:

    a – O que é APARENTE e interessa aos vaidosos é exatamente as CARACTERÍSTICAS MATERIAIS. Aquele que é materialmente frustrado ante sua ambições materiais e incomoda que outros lhe sejam ostensivamente superiores em algo visível a TODOS. Vaidoso, não quer que ninguém possa perceber os MÉRITOS alheios em conquistar a opulência material. Não é por cobiça que deseja o empobrecimento dos ricos, mas por vaidade. A igualdade material desejada é para ESCONDER o MÉRITO ALHEIO.

    Tanto que não se importa com os que obtêm riqueza sem que decorrente do mérito: esquerdistas não se importam com seus líderes “comunistas”-socialistas e milionários.

    …continua…
    (hipocrisia, inveja e oferta de SUPREMACISMOS MORALÓIDES oferecidos ao rebanho popular)

  • – O desejo de superioridade é característica do vaidoso e do orgulhoso.

    a ) O orgulhoso tenta ser VIRTUOSO em sua ESSÊNCIA.

    b ) O vaidoso tenta ser VIRTUOSO apenas em sua APARÊNCIA.

    Quem valoriza a aparência em detrimento da essência não se importa com a própria opinião sobre si mesmo, desde que acredite obter o favor da opinião alheia. Afinal seu objetivo é a opinião alheia.

    O orgulhoso é INDIVIDUALISTA e o vaidoso é COLETIVISTA: egoísta x egocêntrico.

  • Se a economia fosse preponderante na política, o Socialismo teria deixado de existir após poucos anos de implantação na Russia.

    O que incomoda aos vaidosos é a aparente virtude dos capazes de construir fortunas com o próprio mérito. Eles pouco se importam com as fortunas de seus líderes corruptos, pouco se importam com os demagogos artistas que amealham gigantescas fortunas. O que incomoda o vaídos é a riqueza vinda do esforço virtuoso. Atividades banais ou ilegitimas não despertam a inveja porque sabidas sem maiores virtudes individuais.

    Daí que a MANIPULAÇÃO ofereça SUPREMACISMOS moralóides:

    – os “ungidos” ou “escolhidos”.
    – os “vencedores”
    – os pobres
    – os proletários
    – os arianos
    – os assalariados
    – os negros
    – as mulheres
    – os gays
    – as “minorias”
    – e tantas “comunidades” puderem ser fabricadas em oposição a outras quantas forem possíveis à criatividade.

    Na impossibilidade de seduzir por valores reais, moralizou-se até a falta de virtude como virtude e assim os “COITADINHOS”, os “FRACOS” e “OPRIMIDOS” passaram a ser moralmente valorizados exatamente por, alegadamente, serem “inferiorizados” pelos “fortes” e “malvados”. Simplesmente o ARDIL de provocar a inveja e o complexo de inferioridade, obtendo a reação para a formação de um CONSENSO MORAL de que os “coitadinhos” são superiores.

    ECCE HOMO!!!

  • Mourão Trairão quer dar uma de paizão, de – ah, nós somos militares e todos são filhos do Brasil, vamos cuidar de todos, até esses chatinhos da CUT. – ele quer mostrar que é o bonitinho, que leva a democracia para todos, e aí acaba dando espaço até para esses comunistas que não querem porra nenhuma de democracia, só destruir o governo.

  • Não contente em receber palestinos, prometer não transferir a Embaixada de Israel,ter pena do Lula e do Jean Willis, achar que Collor e Renan eram ótimos candidatos, se aprumar rapidinho para ir a China, apoiar o aborto, assim que recebeu a CUT ( que já disse não reconhecer o Governo Bolsonaro), postou em seu face um vídeo que coloca a reforma da Previdência de Paulo Guedes como totalmente desnecessária.Eu posso ser muito lenta, mas isso parece sabotagem, ou não?

  • O negócio é por as hashtags #calabocamourao, #calabocavicepresidente, #mouraoesquerdista em alta no Twitter pra ele ver que os eleitores do nosso querido Presidente não o engolimos. Se tiver que ter um impeachment, que seja pro Mourão vazar embora eu nao sei se isso seria possível. Lixo, nao confio nele.

  • Dando moral pra CUT? Esse Mourão está mais para bobo da corte do que vice-presidente. Só falta visitar o presidiário para pedir penico. Ahhhhh VSF.

  • Será que poderia substituir o Mourão pelo Sérgio Moro? E por a Janaina Paschoal como Ministra da Justiça? Esse Mourão esta parecendo aquela sic-apresentadora de TV que o Mick Jagger traçou, putz nem sei o nome da infeliz.

  • Faltou as opções de Like e Dislike nos comentários!

    Mourão foi carregado na onda Bolsonaro e tem que ser fortemente achincalhado nas redes sociais pelas más colocações e postura que está tendo! nada do que ele tem feito tem representado aqueles que votaram nele!

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: