fbpx

Novo diretor-geral da PF é considerado ‘braço direito’ de Ramagem na Abin



Nomeado diretor-geral da Polícia Federal nesta segunda-feira (4), Rolando Alexandre de Souza é considerado braço direito de Alexandre Ramagem na Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).

A nomeação do novo chefe da PF consta no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira e foi assinada pelo presidente e pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça.

Rolando é o atual secretário de Planejamento e Gestão da Abin (Agência Brasileira de Investigação) e assumiu o cargo em setembro de 2019 a pedido de Ramagem.

É delegado da Polícia Federal, foi superintendente da PF em Alagoas entre 2018 e 2019. Foi chefe do Serviço de Repressão a Desvio de Recursos Públicos e ocupou cargos de chefia na Divisão de Combate a Crimes Financeiros e na superintendência em Rondônia.

Inicialmente, Jair Bolsonaro pretendia nomear o diretor da Abin, Alexandre Ramagem, ao cargo agora ocupado por Rolando. A decisão, no entanto, foi barrada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de forma considerada monocrática e política por Bolsonaro.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Esposa, jornalista, tupãense e católica. 23 anos.

4 Comentários

Clique aqui para comentar

  • ABIN é Agência Brasileira de Inteligência, segundo a Lei 9883/99. Está errado no terceiro parágrafo do texto, embora tenha sido citado certo no primeiro parágrafo.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: