fbpx

Operação da PF investiga fraude eleitoral no Paraná

policia federal 2


Na manhã de quarta-feira (14/10), a Polícia Federal (PF), durante a Operação Fake Addres, deflagrou ação contra fraudes eleitorais no Paraná. A PF apurou ao menos 75 transferências de domicílios eleitorais com a utilização de comprovantes de endereço falsificados. 

Conforme o site do Governo Federal, quatro mandados de busca e apreensão em endereços dos investigados estão sendo cumpridos, incluindo o gabinete de uma vereadora na Câmara Municipal de Pinhais. Há evidências de que a estrutura da casa legislativa foi utilizada para prática das fraudes.

Com a “pandemia”, a Justiça Eleitoral permitiu que as transferências de domicílio eleitoral fossem realizadas por sistema eletrônico, denominado TITULONET. Com isso, ao receber os pedidos, a 188ª Zona Eleitoral de Pinhais, no Paraná, detectou que foram realizadas ao menos 75 transferências utilizando documentos residenciais falsificados. Após análise inicial do Juízo Eleitoral e do Ministério Público Eleitoral foi instaurado inquérito policial, iniciado em junho deste ano.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: