fbpx

Os Estados Unidos aprovaram uma compra planejada pelo Japão de 105 caças F-35

F 35 EUA JAPÃO


Os Estados Unidos aprovaram, na quinta-feira (9/7), uma compra planejada pelo Japão de 105 caças F-35, aproximando o país de se tornar o maior cliente estrangeiro do jato produzido. A venda consistiria em 63 jatos F-35A, que decolam das pistas, e 42 jatos F-35B, que exigem um pequeno rolo de decolagem e podem pousar verticalmente. Eles valem US$ 23 bilhões, embora esse número possa mudar durante as negociações entre o país e a Lockheed Martin.

Também estão incluídos no acordo de armas: 110 motores Pratt & Whitney F135, sistemas de guerra e comunicações eletrônicas associados, o Sistema de informações de logística autonômica, equipamento de treinamento, labaredas de infravermelho, um pacote de logística com base no desempenho, integração de software, peças de reposição, reparo e suporte.

Se o Japão avançar com a compra, teria um total de 147 F-35 – tornando-se o segundo maior operador do caça depois dos Estados Unidos e logo à frente do Reino Unido, que planeja comprar 138 jatos. Também se tornaria o quarto usuário da variante F-35B, comprada pelo Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, pela Royal Air Force do Reino Unido e pela Marinha Italiana.

“Esta venda proposta apoiará as metas de política externa e os objetivos de segurança nacional dos Estados Unidos, melhorando a segurança de um grande aliado que é uma força para a estabilidade política e o progresso econômico na região da Ásia-Pacífico”, disse a Agência de Cooperação de Segurança de Defesa dos EUA, em um comunicado anunciando a aprovação da venda.

“É vital que o interesse nacional dos EUA ajude o Japão a desenvolver e manter uma forte e eficaz capacidade de autodefesa”, afirmou a agência. O custo do acordo é estimado em US$ 23 bilhões, com os contratados de defesa dos EUA Lockheed Martin e Pratt e Whitney apontados como os principais beneficiários.

O Pentágono anuncia o F-35, com  os equipamentos eletrônicos, motores e armamento de uma aeronave mais avançados do mundo, como a “aeronave mais acessível, letal, suportável e sobrevivível a ser usada”.

Assista aos comentários da notícia

Informações: Defense News

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: