fbpx
alemanha

Pandemia deve custar 500 bilhões de euros à Alemanha



A previsão orçamentária para o governo alemão em 2021 é uma dívida de 180 bilhões de euros, contraída a fim de se conter a disseminação do coronavírus e diminuir os números de óbitos.

O comércio continua em atividade, seguindo protocolos de segurança que restringem horário de funcionamento, enquanto algumas atividades ao ar livre estão sendo completamente proibidas, segundo Daily Wire.

Há suposições de que nova paralisação pode ser decretada ainda antes do natal para segurar o número de novos casos. “Desta vez, a segunda paralisação será rigorosa”, especulam ainda de acordo com a matéria fonte.

Somente em 2020 foi acrescida à dívida nacional do país, aproximadamente 160 bilhões de euros em decorrência da pandemia. Ao todo, a previsão de gastos por conta desta crise é de 500 bilhões de euros.

Ainda que o Ministro das Finanças da Alemanha expresse sua esperança na recuperação econômica do país, a inflação que decorrerá do endividamento alarma a todos.

No Boletim da Manhã desta quarta-feira (09/12),  Ítalo Lorezon explicou como a inflação é uma forma de taxação e como alguém certamente se beneficiará desta situação:

“Se alguém está taxando alguém está recebendo. Pra onde foram esse 180 bilhões? Ítalo Lorezon 

Confira o Boletim na íntegra:

 

 

 

 

 

Sobre o Colunista

Bruna Medeiros Uaqui

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: