fbpx

Paraná levará dois anos para normalizar cirurgias suspensas pelo lockdown em 2020



A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) do Paraná informou no último domingo (17) que o estado levará pelo menos dois anos para normalizar o quadro de cirurgias eletivas que foram suspensas pela pandemia em 2020.

As cirurgias eletivas – sem urgência – foram suspensas em todas as especialidades médicas desde 2020 no Paraná, decisão tomada pelo risco de contágio e para assegurar leitos e insumos para o tratamento da Covid-19.

A Sesa informou que, mesmo se a pandemia terminasse hoje, levaria dois anos para regularizar os procedimentos que não foram feitos no ano passado. Entretanto, mesmo com o início da vacinação, não há nenhuma perspectiva de quando a pandemia vá terminar. E o volume de cirurgias continua aumentando diariamente.

“É como um congestionamento na estrada. Até que o problema que está causando transtorno seja resolvido, a fila de carros vai aumentar a cada momento e, quando a estrada é liberada, leva um bom tempo para voltar ao fluxo normal”, compara o diretor de Gestão em Saúde da Sesa, o médico Vinícius Filipak.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: