fbpx
Divulgação/www.voxespana.es

Partido VOX apresenta ‘Agenda Espanha’



 

O Partido de direita VOX apresentou a “Agenda da Espanha” no último domingo (10), programa político que vai ser apresentado projetando a próxima eleição. A agenda que “defende fronteiras, protege o campo e a indústria, ou que defende a vida e a família” foi apresentada pelo presidente da agremiação, Santiago Abascal, na cerimônia de encerramento do VIVA 21.

O principal foco da proposta é proteger a Espanha da Agenda 2030 promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) e por globalistas.

“Queremos um governo que reduza radicalmente os impostos. Que liquide todo o desperdício político de partidos, sindicatos, patrões … porque não pode ser que deem uma esmola de 15.000 euros aos que perderam tudo no vulcão La Palma, e que distribuam milhões aos ministérios da igualdade, por assessores, para sindicatos ou partidos” disse, fazendo menção à catástrofe sofrida pelos espanhóis que sofrem com a erupção vulcânica na ilha.

O VOX afirmou que lutará por um governo que a Espanha precisa, que vá além dos partidos ou das ambições pessoais. Santiago Abascal, em certo momento, fincou a posição patriótica que o partido defende, mencionando que a Espanha terá um governo a seu serviço “mais cedo ou mais tarde”, pois “é a Espanha que nos convoca. É a Espanha que nos move e é a Espanha que nos move”, acrescentou.

Finalizando, Santiago Abascal deixou uma mensagem para a juventude espanhola, instando que não entreguem sua liberdade por ‘esmolas’ do governo.

“Eles querem você subjugado. Com esmolas, com aprovações gratuitas, com vouchers para videogames ou para o que dizem ser cultura, e com cheques de dinheiro que arrancam dos pais com impostos injustos. Não caia na armadilha. Esforce-se, estude, trabalhe, não deixe que tirem a sua dignidade ou o seu futuro”, concluiu.

O analista político José Carlos Sepúlveda falou sobre o programa do Vox, a unidade espanhola e o fortalecimento da unidade do país frente a iniciativas impostas de fora para dentro, durante participação no Radar da Mídia dessa segunda-feira (11).

“O Vox aparece como uma alternativa realmente de direita. Eles surgem e vão conquistando espaço no eleitorado espanhol e hoje em dia o VOX tem expressão muito grande em boas partes da Espanha, inclusive na Catalunha, um lugar dominado pela esquerda. […] A Espanha é um país que tem um regionalismo muito forte, um país de muitas características próprias, e isso vem da história da Espanha que eram reinos que conviviam com unidade e muita autonomia uns dos outros, e num momento crítico para a Espanha por todo o domínio que a esquerda tem no poder com o Partido Socialista, com o Podemos e com partidos separatistas. O Santiago Abascal vai falar da unidade espanhola, e de outra coisa, a soberania espanhola, que está em risco por causa de agendas como a 2030, impostas pela União Europeia e ele vai fazer essa Agenda Espanha e nessa manifestação ele fez uma espécie de ativismo político pelas regiões espanholas, havia um apelo ao sadio regionalismo espanhol”, frisou o professor.

Sobre o Colunista

Italo Toni Bianchi

Ítalo Toni Bianchi, membro do Movimento Conservador, bacharel em teologia pelo Seminário Teológico Batista Nacional Enéas Tognini. Músico percussionista, leitor, preletor e jornalista do portal Terça Livre.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: