fbpx

Pazuello teria anunciado início da vacinação em 20 de janeiro, dizem prefeitos



Em reunião com prefeitos nesta quinta-feira (14), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, teria anunciado uma data para início da vacinação contra o vírus chinês em todo o Brasil: 20 de janeiro.

“De acordo com @ministropazuelo, próxima segunda chegam as 2 milhões de doses da Astrazeneca para estados. Há também as 6 milhões da Coronavac. Anvisa liberando domingo, distribuem na terça para iniciar na quarta, dia 20. Ou seja: 8 milhões de doses para janeiro”, disse o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.

Ainda conforme o prefeito, o Ministério planeja imunizar no primeiro grupo os profissionais de saúde, idosos em asilos e indígenas. Depois, idosos acima de 75 anos.

O presidente da Frente Nacional dos Prefeitos, Jonas Donizete, ex-prefeito de Campinas, afirmou que embora tenha sido mencionada a data do dia 20, às 10h da manhã, a data está pendente deste dois fatores: da logística de voo e da aprovação da Anvisa.

O avião da companhia aérea Azul, previsto para decolar hoje em direção à Índia para buscar 2 milhões de doses da vacina contra a Covid-19, só sairá de solo brasileiro amanhã (15) à noite.

Em nota, o Ministério da Saúde disse que o voo foi reprogramado em algumas horas devido a questões logísticas internacionais. Com a reprogramação, a aeronave deve decolar de Viracopos em direção a Recife ainda na tarde desta quinta-feira, mas a partida para Mumbai, na Índia, foi adiada para amanhã, às 23h.

Anvisa

Ao chegar ao país, a vacina ainda precisa aguardar o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que as doses comecem a ser aplicadas. A agência se reúne no domingo (17) para analisar o pedido de uso emergencial apresentado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), parceira da AstraZeneca e da Universidade de Oxford no Brasil.

De acordo com o Ministério, a vacina será distribuída aos estados em até cinco dias após o aval da Anvisa para, assim, dar início à imunização em todo o país, de forma simultânea e gratuita.

A pasta disse ainda que, além do apoio da Azul, conta também com a Associação Brasileira de Empresas Aéreas por meio das companhias Gol, Latam e Voepass, para a logística de transporte gratuito do imunizante.

A segurança no transporte das doses pelo Brasil será realizada pelas Forças Armadas, em ação conjunta com o Ministério da Defesa.

Com informações, Agência Brasil

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: