fbpx

PCCh condena professor chinês por ter crença religiosa

china


O Partido Comunista da China (PCCh) condenou à prisão o professor aposentado Fa Zhengping, de 75 anos, por persistir em sua crença religiosa no Falun Gong. A sentença aconteceu na cidade chinesa de Xangai, no último dia 24 de fevereiro.

Falun Gong é uma prática espiritual que envolve exercícios meditativos e ensinamentos morais. A prática promove os princípios da veracidade, compaixão e tolerância para ser seguido.

O PCCh considerou o Falun Gong uma ameaça, devido a sua popularidade crescente. Diante disso, lançou uma brutal perseguição, desde 1999, contra a prática religiosa.

Antes desta última sentença, o professor chinês foi detido três vezes em um total de sete anos desde 2001, enquanto também era torturado.

Após ser repetidamente torturado, insultado, forçado a passar fome prolongada e privação de sono nas últimas duas décadas, Fa sofreu “ferimentos extremamente trágicos”, tanto físico quanto mentalmente, disse o próprio professor, antes de sua última prisão.

“No verão, quando estava quente, eu [fui forçado a usar] um suéter grosso e uma jaqueta, amarrada com tiras de proteção, com meus pulsos sendo firmemente amarrados com uma corda fina, por mais de 20 dias continuamente. Sofri duas vezes [isso]”, lembrou Fa.

A dor aguda e constante de receber choques de quatro bastões elétricos de alta voltagem, em simultâneo, o deixava entorpecido e incapaz de se mover. Fa caiu inconsciente várias vezes.

“Quase perdi a audição. Minha visão, memória e capacidade de raciocínio foram drasticamente reduzidas”, disse o professor.

Quando Fa foi inicialmente preso em maio de 2001, ele se recusou a denunciar a sua fé e foi colocado em um Campo de Trabalhos Forçados por dois anos.

Em 6 de abril de 2005, ele foi levado novamente e detido no Campo de Trabalhos Forçados nº 3 de Xangai por mais dois anos.

Em 16 de dezembro de 2008, ele foi preso pela terceira vez e condenado a três anos de prisão, na prisão de Tilanqiao, em Xangai.

Mesmo assim, Fa não parou de praticar o Falun Gong e continuou a contar aos outros chineses sobre a perseguição do regime, como já havia feito antes.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: