fbpx

PCCh quer ‘parceria’ com EUA estimulando empresas de tecnologia a se estabelecerem na China



Em uma tentativa de adquirir tecnologia avançada dos Estados Unidos, o Partido Comunista da China (PCCh) divulgou que funcionários da cidade de Baoding tentaram se reunir com executivos do Vale do Silício. Durante o encontro, funcionários do PCCh queriam discutir acordos com as empresas de tecnologia americana, visando abrir escritórios no território chinês.

Citando a principal estratégia do regime chinês de “trazer tecnologias para dentro e exportar nossos produtos”, o governo Baoding detalhou um exemplo de sucesso: atraiu a AXT Inc., uma designer e fabricante de substratos de semicondutores com sede nos Estados Unidos, a abrir uma fábrica em Dingxing.

Os substratos semicondutores são componentes para a fabricação de chips eletrônicos, que alimentam quase todos os dispositivos eletrônicos.

Os EUA, sob a administração de Trump, destacaram a ameaça de transferência forçada de tecnologia, por meio da qual as empresas americanas são forçadas ou pressionadas a entregar know-how fundamental em troca de entrada no mercado chinês.

Tang Jingyuan, um comentarista de assuntos da China sediado nos Estados Unidos, disse que colaborações tecnológicas como as que o governo de Baoding busca são um dos métodos pelos quais o regime chinês busca adquirir inovações tecnológicas americanas.

“O regime chinês usa um ditado que diz ‘coletar pólen do exterior e depois fazer mel na China’. Este é um exemplo disso”, acrescentou Tang.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: