fbpx

PF faz buscas contra senadora em operação sobre desvios em contratos



A Polícia Federal (PF), na última quarta-feira (12), realizou a Operação Corsários, na qual busca investigar uma possível organização criminosa. Conforme a investigação, a quadrilha atuava na Companhia Docas do Espírito Santo, entre 2015 e 2018, direcionando licitações e desviando recursos públicos. Um dos alvos dos mandados de busca cumpridos pela PF é a senadora Rose de Freitas (MDB/ES).

A PF também chegou a fazer buscas no apartamento funcional da senadora, onde emitiu ordem de prisão ao irmão dela, outro suspeito de desviar recursos em contratos no Porto de Vitória.

Após indícios de envolvimento da senadora, que possui foro privilegiado, o ministro Kassio Nunes Marques, Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu emitir as ordens de busca e apreensão. O magistrado também determinou o sequestro de bens e valores dos investigados.

A corporação realizou buscas em 10 endereços de residências e empresas nos municípios de Vitória, Cariacica e Serra, no Espírito Santo, e em Brasília, no Distrito Federal. Os agentes cumpriram ainda dois mandados de prisão temporária. Segundo a PF, um terceiro investigado foi preso em flagrante por porte ilegal de armas.

Segundo a PF, os crimes investigados são os de concussão, corrupção passiva e ativa, organização criminosa, fraude a licitações e lavagem de capitais.

“Um dos endereços parece que era o apartamento funcional da senadora, coisa que, em decisões anteriores, a Justiça tinha determinado como inviolável. Então, neste caso, a PF teria feito busca e apreensão também no apartamento funcional da senadora e isso já abre um ótimo precedente para a Justiça brasileira”, pontuou o jornalista Max Cardoso durante o Boletim da Manhã de quinta-feira (13).

“Lembra quando tentaram investigar o Serra? Por um crime que nem tinha a ver com o mandato atual, era o mandato anterior de outro cargo. E aí não deixaram entrar no gabinete dele. […] É impressionante como certas ocasiões eles ficam colocando letra por letra da lei, tentando interpretá-la da maneira mais estrita possível, e em alguns outros casos as leis acabam passando despercebidas, parecendo que é indiferente”, concluiu o jornalista.

Assista aos comentários da notícia:

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: