fbpx

Porta-voz afirma que Governo já possui minuta de pedido de agrément dos EUA para Eduardo Bolsonaro



O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo de Barros, disse que o Ministério das Relações Exteriores já possui uma minuta para solicitação de pedido de agrément para ser enviado ao governo dos Estados Unidos, indicando o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como embaixador.

Em conversa com jornalistas, Rêgo afirmou: “O que sabemos de momento é que o Ministério das Relações Exteriores já possui uma minuta da solicitação do agrément para o deputado Eduardo Bolsonaro e, a partir da confirmação, da firma, desse agrément, outros aspectos, outras ações haverão de ser desenvolvidas para a consecução e, por fim, a ida do deputado Eduardo Bolsonaro aos Estados Unidos como nosso embaixador”.

Agrément é o documento diplomático em que um país solicita a outro que concorde com a indicação de um embaixador que atuará na segunda nação representando a primeira.

Além do agrément, Eduardo terá de ser sabatinado pela Comissão de Relações Exteriores do Senado e ter sua indicação aprovada pelo colegiado e pelo plenário da Casa, caso a indicação para embaixador em Washington seja oficializada.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Esposa, jornalista, tupãense e católica. 23 anos.

11 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Eu acho que o Eduardo deveria ficar aqui e levar adiante a CPI do Foro de São Paulo, seria muito mais útil aqui, espero q ele não seja embaixador. Fora que votamos nele para q lute por nós como deputado.

  • Se não estivessemos vindo de um governo desastroso(um não, varios) destruido pela esquerda, seria contra o eduardo, mas visto o quadro catastrofico, acho que sim, devemos por alguem de confiança la nos EUA, ninguem melhor que ele pra assumir. Mas seria contra se o pais estivesse bem.

  • Olha, eu votei no Eduardo e creio que ele será muito mais útil para o Brasil como nosso Embaixador nos USA do que como Deputado. Vejam o Jair Bolsonaro que como Deputado, por 28 anos, apresentou centenas de Projetos de Lei e somente 3 chegaram a ser apreciados. Claro que temos que lutar contra essa hegemonia do Centrão e da esquerda na Câmara, mas, para isso, será preciso o brasileiro aprender a votar e colocar mais representantes de direita nas próximas eleições. E mais, será preciso que as pessoas de direita assumam o compromisso de serem candidatos.

  • Lamentável. É para isso que votamos nessa gente? Mudar de cargo em cargo ao sabor das circunstâncias, dos oportunismos. Que compromisso um sujeito como esse tem com seu eleitor? Com seu país? Esse é o patriotismo da família? É ético? Nosso voto sendo jogado no lixão … Como fica aquele discurso de meritocracia? Nova política? Será que o nobríssimo deputado virou a casaca? É petista? Pior que isso: será que os eleitores do deputado vai deixar por isso mesmo? Acha isso normal?

  • Excelente!!!

    O governo Bolsonaro sabe agir de forma cirurgica aonde é mais urgente.

    Já que o Congresso está deformando a Reforma da Previdência e dá todos os sinais de que não vai deixar o Presidente Bolsonaro governar, então sabendo da gravidade da situação da nossa economica, o mito dá mais uma mitada e mostra que para governar não é preciso fazer o jogo sujo.

    O mito sempre afirmou: “não tenho sede pelo poder”.

    Isso significa que ele não tem medo de arriscar entre fazer o certo e não se eleger para um 2o mandato.

    E neste caso fazer o certo é dar ao povo desempregado as condições de trabalhar e com isso fazer a força política da oposição sumir..

    Os malditos afundarão em seus castelos de areia!

  • Existem prós e contras para essa Eduardo mudar de deputado para embaixador. A princípio achei mais importante ele honrar o mandato de deputado até o fim, pois, além de ser muito importante para ir a fundo em algumas CPIs, o principal motivo da indicação a a afinidade do governo Trump, o qual pode não se reeleger ano que vem. Todavia, começo a pensar que a melhor opção é a que o governo Bolsonaro está encaminhando, especialmente pelo fato da reforma da previdência estar sendo desidratada pela esquerda que está querendo, mais uma vez e como sempre, atrasar a prosperidade do brasileiro em prol do poder deles.

  • Situação difícil, ou perdermos um grande deputado e ganhamos um excelente embaixador ou perdemos o embaixador e ficamos com o deputado.

  • Sinto vergonha de ter votado nesse cara para Deputado Federal. Se o Governo de nosso Presidente Bolsonaro continuar com o ritmo da trágica semana que passou referente aos enormes privilégios que deu para a bancada e as seitas evangélicas, além embaixada dos EUA de presente de aniversário para o filhão, vai ser difícil continuar apoiando. Parece que Bolsonaro quer a volta do PT em 2022…

  • Que indecência! Bolsonaro vai dobrar o salário do filho e enchê-lo de mordomias numa canetada. Não foi para isso que o elegemos. Quanto descaramento! Decepção total!

  • Não concordo com a indicação, sou eleitor e este é o maior erro dentre vários acertos do governo.

  • Estou triste.
    Tinha uma vantagem no Governo PT. Com Lula e Dilma, isso era considerado imoral -apesar de legal- e todos criticavam. Agora, com Bolsonaro, essa prática é considerada normal e moral.

    Um fazia errado e recebia críticas, outros fazem errado e não recebem repúdio devido. Muito triste porque esperava certas atitudes do Bolsonaro.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: