fbpx

Prefeitura de Boa Vista já contabiliza 40 mil venezuelanos que fugiram do socialismo de Maduro



De acordo com dados da Prefeitura de Boa Vista (Roraima), já são 40 mil venezuelanos que chegaram à cidade. Todos eles fugindo do socialismo do ditador Nicolas Maduro. Em dados percentuais, isso já equivale a 10% dos 330 mil habitantes da capital do Estado.

O principal motivo da fuga: fome. Uma caracterísitca comum aos regimes socialistas-comunistas do século XX. Foi assim na Ucrânia em outras localidades. A Grande Fome de Mao é uma das tragédias do comunismo, como registra o historiador Frank Dikotter.

Além da fome, os venezuelanos reclamam da falta de remédios e da inflação de 700% que é registrada no país. Na cidade, os venezuelanos estão nas ruas com cartazes pedindo emprego e alguns até dormem nas praças. Os abrigos ofertados pelo governo estão superlotado há meses.

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Boa Vista
    Município em Roraima
    Boa Vista é um município brasileiro e capital do estado de Roraima, Região Norte do país. Concentrando cerca de dois terços dos habitantes do estado, situa-se na margem direita do rio Branco. Wikipédia
    Elevação: 85 m
    Área: 5.687 km²
    Hora local: segunda-feira, 13:39
    População: 277.799 (2010) Organização das Nações Unidas
    Tempo: 34 °C, vento L a 24 km/h, umidade de 39%
    Hotéis: 3 estrelas por uma média de R$ 226. Ver hotéis
    Faculdades e universidades: Universidade Federal de Roraima, MAIS
    Clubes e times: São Raimundo Esporte Clube,

  • Moro em Boa Vista/RR e posso afirmar que a situação aqui está extremamente complicada. Os serviços públicos que já eram precários agora estão praticamente inviabilizados para os cidadãos boavistenses, tendo em vista que essa entrada descontrolada de venezuelanos aumentou o número de leitos ocupados nos hospitais, também aumentou a criminalidade, prostituição etc. Os governos locais não têm recursos para controlar a situação, e a impressão que nós temos é que o Governo Federal não tem dada a devida atenção a esses acontecimentos.

  • Além disso, devido a miséria em que se encontram, muitos venezuelanos têm se submetido a trabalhos degradantes e com baixos salários, e empresas têm dado preferência na contratação de venezuelanos, já que estes aceitam um salário mais baixo.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: