fbpx

Prefeitura de Montes Claros (MG) antecipa feriado da Paixão de Cristo



Desde que o Brasil virou uma ditadura, o cristianismo é alvo de constante desrespeito por parte de governantes que usam a pandemia do vírus chinês como desculpa para deixar sem assistência espiritual milhares de pessoas.

A Prefeitura de Montes Claros, em Minas Gerais, é o mais recente exemplo desse desrespeito. O prefeito Humberto Souto (Cidadania) decretou a antecipação do feriado da Paixão de Cristo, uma das datas mais importantes para a fé católica – dia de silêncio, jejum e oração para os católicos.

A data foi antecipada de 2 de abril para hoje, dia 17, uma quarta-feira. Na maioria dos estados brasileiros as missas e cultos religiosos foram novamente proibidos e mais uma vez os católicos devem ficar sem celebrar a Semana Santa e a Páscoa.

O Executivo também modificou outros dois feriados cristãos: Corpus Christi, 3 de junho, antecipado para amanhã, dia 18 de março, e o feriado de 2 de novembro, Finados, antecipado para o dia 22 de março.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: