fbpx

Presidente da Argentina ataca Bolsonaro por dizer a verdade em ‘post’ sobre o Exército



Após o presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (15), fazer uma publicação informando as medidas impostas pelo governo da Argentina, Alberto Fernández, presidente do país peronista, não gostou do comentário e reafirmou seu autoritarismo.

“As Forças Armadas estão aí para dar apoio às pessoas em situações catastróficas, a pandemia é uma situação catastrófica”, alegou Fernández, em entrevista à emissora Rádio 10. “Seria necessário explicar a Bolsonaro um pouco como funciona a Constituição. Primeiro, não há toque de recolher na Argentina, as Forças Armadas não fazem a segurança interna”, acrescentou.

O presidente peronista, porém, declarou na última quarta-feira (14) toque de recolher no país, proibindo a circulação entre 20h e 6h a partir de sexta-feira (16), colocando o Exército para supervisionar o cumprimento da medida.

“O que tentamos na semana passada foi pouco. Todo o esforço que fizemos até aqui parece insuficiente à luz de como aumentam os contágios na Argentina. Por isso, decidi que entre as 20h e as 6h ninguém poderá circular pelas ruas”, disse Fernández, em rede nacional de rádio e TV.

O presidente Bolsonaro, por outro lado, na postagem, critica o uso do Exército contra os cidadãos argentinos e o toque de recolher imposto por Fernández.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: