fbpx

Presidente exilado da Suprema Corte da Venezuela alerta sobre Smartmatic



Durante uma entrevista nesta segunda-feira  (9/11), o Presidente da Suprema Corte da Venezuela, Miguel Angel Martin, fez um alerta sobre as máquinas eletrônicas de votação da Smartmatic, empresa criada na Venezuela e entrelaçada com o chavismo, afirmando categoricamente que não são confiáveis.

Há dois anos, a Smartmatic foi pivô nas eleições do país de Nicolás Maduro. Além de não haver uma aprovação do povo na totalidade para Maduro,“o mais grave é esse sistema automatizado”, disse Martin. “As máquinas começam a emitir votos quando as mesas já estão encerradas”, exemplificou o presidente da Suprema Corte Venezuelana.

Miguel Angel também lamentou que não existe uma certeza da manifestação do voto popular, devido às fraudes eleitoras através dessas máquinas.

O mesmo software foi utilizado em vários países importantes do lado ocidente do Oceano Atlântico, como o Brasil, Venezuela, Estados Unidos, comentou o presidente da Suprema Corte. “A máquina está manipulada em várias partes do processo”, afirmou Martin.

Acerca de Smartmatic, “existe uma linha em matéria eleitoral que pode ser ultrapassada, para poder vencer enganando [o povo], mas tem que [necessariamente] ultrapassar essa linha”. Ou seja, só é possível ir contra essas fraudes se “ganhar por uma maioria esmagadora”, disse Mantin. “O presidente Bolsonaro, por exemplo, só ganhou porque o povo brasileiro o elegeu de forma massiva”.

Para que essas possíveis fraudes através das máquinas eleitoras não aconteçam, “meu conselho número um é cuidar das instituições. A instituição militar, a instituição do sistema de Justiça, a Polícia Federal,  o Ministério Público, porque, na hora que ocorrer algum problema, somente elas podem tomas alguma decisão”, afirmou Miguel Angel.

O presidente da Suprema Corte Venezuelana está atualmente exilado nos Estado Unidos da América. Durante a entrevista, o jornalista Allan dos Santos e Miguel Angel conversaram principalmente sobre o problema da ocupação da máquina pública (das instituições) e da falta de transparência e confiabilidade da SmartMatic (que foi utilizada para fraude na Venezuela).

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: