fbpx
Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

Presidente do CFM repudia postura do senador Otto Alencar contra médicas na CPI da Covid



O Conselho Federal de Medicina (CFM) manifestou repúdio às atitudes de senadores contra as médicas Nise Yamaguchi e Mayra Pinheiro na CPI da Covid. Em vídeo publicado nas redes sociais, o presidente da entidade, Mauro Ribeiro, disse que se estabeleceu um “ambiente tóxico” na comissão e classificou como “inaceitável” a forma como as médicas foram interpeladas.

O presidente do CFM criticou especialmente a postura do senador Otto Alencar (PSD-BA), que atacou Yamaguchi. “O comportamento do médico e senador Otto Alencar foi inconcebível, inaceitável. O senhor é um médico, deveria refletir sobre aquilo que o senhor fez, a deslealdade que o senhor teve com uma médica mulher. Sua atitude como senador poderia até ser caracterizada como um ato de misoginia, tamanha a agressividade que o senhor teve naquele momento”, disse Ribeiro

Em documento assinado por 530 mil médicos, o CFM pediu respeito aos profissionais que são ouvidos no Senado. O assunto foi tema de comentários durante o Boletim da Noite desta quinta-feira (3). A advogada Fabiana Barroso cobrou que o Conselho federal de Medicina entre com um processo administrativo contra Otto Alencar:

“Que abra um processo administrativo. Existem violações tanto do estatuto dos médicos e até mesmo do estatuto do idoso em relação à Dra. Nise Yamaguchi. Ela foi humilhada”, disse a advogada.

Veja a íntegra do comentário no Boletim da Noite

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: