fbpx

Cartão de memória com votos de Trump não contabilizados é encontrado



Foi encontrado um cartão de memória com votos favoráveis a Trump não contabilizados no condado de Walton County na Geórgia, nos Estados Unidos. A informação foi divulgada em coletiva de imprensa concedida por Gabriel Sterling, gerente do Sistema Eleitoral e pelo secretário de estado da Geórgia Brad Raffensperger, na segunda-feira (16).

As eleições americanas se estendem até 14 de dezembro por denúncias e suspeitas de fraudes.

“Nossos monitores nos disseram que os funcionários eleitorais do condado de Walton encontraram um cartão de memória que aparentemente não foi carregado. O número de votos não contados não é tão grande quanto no Floyd ou Fayette, mas o presidente vai receber votos”, disse o presidente do Partido Republicano da Geórgia David Shafer.

Representantes dos condados de Fayette e Floyd também relataram a descoberta de pendrives com votos não contados.

As cédulas encontradas no condado de Fayette foram registradas no cartão de memória, mas não foram contabilizadas, disse Gabriel Sterling.

A descoberta devolveu 449 votos para o Presidente.

No condado de Floyd foram descobertos 2.600 votos que não foram tabulados no início do processo. Os votos foram recontados de forma esmagadora para Trump, que ficou na frente por 800 votos.

As informações são do NTD.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: