fbpx
Reprodução TV Brasil

PSOL entra na PGR contra discurso do presidente Jair Bolsonaro



 

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) entrou com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Jair Bolsonaro por conta do seu discurso na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), nessa terça-feira (21).

A representação foi feita pelo deputado Davi Miranda (PSOL-RJ) em que alegou que o Presidente da República usou palavras “revestidas de falsidades e ilegalidades quando abordou temas como corrupção, meio ambiente, tratamento precoce contra a Covid-19 e manifestações do dia no 7 de setembro.

“O desmatamento descontrolado nos biomas brasileiros, em especial na Amazônia, gera queimadas. E sobre estas, os dados são alarmantes e desencontrados do discurso falacioso do ora representado [Bolsonaro]”, diz ainda na representação.

O assunto foi repercutido no Boletim da Manhã desta quarta-feira (22). Para o analista político Italo Lorenzon, a representação já começa errada pela forma como foi escrita.

“Eu acho que cabe, primeiramente, uma interpelação judicial contra o deputado para que ele explique essa figura de linguagem, porque como é que você reveste uma palavra de falsidade e ilegalidade? Você está dizendo que ele cometeu crime?”, questionou.

Sobre o Colunista

Italo Toni Bianchi

Ítalo Toni Bianchi, membro do Movimento Conservador, bacharel em teologia pelo Seminário Teológico Batista Nacional Enéas Tognini. Músico percussionista, leitor, preletor e jornalista do portal Terça Livre.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: