fbpx

Putin assina lei que o permite se manter até 2036 como ditador da Rússia



O líder ditador da Rússia, Vladimir Putin, assinou na última segunda-feira (5) uma lei que lhe permite se manter no poder até 2036. Com essa medida, que permite Putin renovar o mandato mais duas vezes, são formalizadas as mudanças constitucionais, endossadas em votação ainda no ano passado.

O ditador russo argumentou que redefinir a contagem à frente do país era necessário para manter suas autoridades focadas em seu trabalho, em vez de “lançar seus olhos em busca de possíveis sucessores”.

Putin informou ainda que se pronunciaria posteriormente sobre se disputaria as próximas “eleições” em 2024, quando seu mandato supostamente acabaria. O mandatário já está no poder há mais de duas décadas, mais do que qualquer outro ditador russo desde Josef Stalin.

O maior opositor de Putin, Alexei Navalny, foi preso ainda em janeiro deste ano e condenado a 2 anos e meio de prisão. Sua prisão se deu após retornar da Alemanha, onde passou cinco meses se recuperando de um envenenamento, que foi atribuído ao Kremlin. As autoridades russas, porém, rejeitaram a acusação.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: