fbpx

Revista Exame altera matéria sobre ivermectina



A Revista Exame alterou o título e o conteúdo da matéria sobre o estudo de Oxford que está testando a ivermectina para o tratamento da Covid-19. A matéria foi publicada em seu site na última terça-feira (22), por volta das 20h50. O título era “Oxford testa ivermectina como possível tratamento para Covid-19, traduzindo quase literalmente o título original da Agência Reuters. Algumas horas depois, o título da matéria foi modificado para “Estudo que desbancou azitromicina contra covid-19 irá avaliar ivermectina”.

A revista também acrescentou um parágrafo sobre testes anteriores feitos pela Oxford: “O estudo já analisou outros medicamentos e apontou, em janeiro, que os antibióticos azitromicina e doxiciclina são ineficientes, de maneira geral, em estágios iniciais da Covid-19”.

De acordo com a Exame, as modificações foram feitas “para esclarecer os objetivos e resultados do estudo desenvolvido”.

Ao comentar a mudança do título e da matéria no Boletim da Manhã de quarta-feira (23), o analista político Carlos Dias disse que “não há interesse na divulgação de fatos e verdades”.

“Você vê uma revista não concordar com determinado perfil, sobre determinado medicamento. Uma modificação no conteúdo da escrita de uma revista parece que vai modificar o efeito do remédio”, disse.

Assista à íntegra do comentário:

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: