fbpx

Rio: ex-secretário municipal de obras é condenado a 23 anos de prisão

Alexandre Pinto


O ex-secretário de Obras da Prefeitura do Rio de Janeiro, Alexandre Pinto, foi condenado, nesta segunda-feira (10), a 23 anos de prisão em regime fechado pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, , em um processo da Operação Mãos à Obra, desdobramento da Lava Jato no Rio.

É a quarta vez em que Alexandre Pinto foi condenado na Lava Jato pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio. Também foram condenados Celso Reinaldo Ramos Júnior e Juan Luis Bitlonnch, envolvidos no recebimento e transferência da propina para o exterior.

Neste processo, Alexandre Pinto foi condenado por irregularidades nas obras de construção do BRT Transcarioca, corredor exclusivo de ônibus articulados, no trecho que liga a Penha, na Zona Norte da cidade, à Barra da Tijuca, na Zona Oeste.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal, Alexandre Pinto, na condição de secretário de Obras da Prefeitura do Rio, recebeu US$ 1,040 milhão de dólares em propina de executivos da Andrade Gutierrez para favorecer a empreiteira na obra.

Antes disso, em outubro de 2013, também segundo a denúncia, o ex-secretário da gestão do então prefeito Eduardo Paes havia transferido US$ 274 mil para um banco em Mônaco, na Europa. A transferência, sem autorização legal, foi feita com a ajuda de Juan Luis.

Apontado como operador financeiro de Alexandre Pinto, Celso Reinaldo Ramos Júnior foi condenado a 24 anos de prisão. Ele fechou acordo de delação premiada com o MPF e, por isso, a pena foi substituída nos termos do acordo de colaboração.

Segundo a denúncia do MPF, uma empresa de Ramos Júnior celebrou um contrato fictício de prestação de serviços com a Andrade Gutierrez, com o objetivo de dar uma aparência legal à propina destinada a Alexandre Pinto.

A Transcarioca é uma via expressa de 39 km, construída para a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, que liga o Aeroporto Internacional do Galeão à Barra da Tijuca.

Com informações, G1

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...