fbpx
Valter Campanato/Arquivo/Agência Brasil

Roberto Jefferson é denunciado por ameaça às instituições, homofobia e incitação ao crime



 

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou Roberto Jefferson ao Supremo Tribunal Federal (STF)  por crimes previstos na Lei de Segurança Nacional e por homofobia no âmbito de uma entrevista de rádio. O documento foi assinado no dia 25 de agosto.

A defesa de Jefferson solicitou concessão de prisão domiciliar, além da possibilidade de que o caso passasse para outra instância judiciária, uma vez que o atual presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) não possui foro privilegiado. No entanto, o ministro do STF Alexandre de Moraes recusou, nessa terça-feira (31), o pedido feito pela subprocuradora Lindôra Araújo.

No habeas corpus, os advogados informaram que o ex-parlamentar tem estado de saúde frágil e o sistema penitenciário não tem condições de oferecer tratamento adequado de saúde. O filho de Roberto Jefferson pediu ajuda por meio de sua conta no Twitter.

Sobre o Colunista

Italo Toni Bianchi

Ítalo Toni Bianchi, membro do Movimento Conservador, bacharel em teologia pelo Seminário Teológico Batista Nacional Enéas Tognini. Músico percussionista, leitor, preletor e jornalista do portal Terça Livre.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: