fbpx

Rodrigo Pacheco se filiará ao PSD em outubro

Leopoldo Silva/Agência Senado


 

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, deve abandonar seu atual partido, o DEM, para se filiar ao PSD no próximo mês de outubro.

O ato de filiação deverá ser em convenção partidária e marcará o início de sua campanha à presidência da República.

A ideia foi do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, que defende que é hora de construir a opção de terceira via, que deve ser Rodrigo Pacheco, e fazer dele o cabeça da chapa presidencial, com apoio dos partidos que rejeitam Bolsonaro e Lula.

O presidente do Senado não é obrigado a deixar o cargo para fazer sua campanha pelo Palácio do Planalto.

O analista político Carlos Dias comentou sobre a estratégia de Pacheco na política.

“Estamos falando aqui da eleição de 2026. Eles começam a preparar, pavimentar a estrada, para ficar conhecido, mostrar uma posição”, ressaltou.

Assista aos comentários completos da notícia:

 

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: