fbpx

Rússia é acusada de megaoperação de lavagem de dinheiro



A Rússia estará na origem de uma operação de lavagem de dinheiro avaliada em centenas de milhões de euros através de empresas britânicas nos últimos anos.

Segundo um relatório secreto que chegou ao jornal dinamarquês Berlingske e cujo eco foi ampliado com um artigo no The Guardian, o caso envolve mesmo figuras muito próximas do Presidente russo, Vladimir Putin.

Entre os visados encontram-se Igor Putin, primo do governante russo, Alexander Grigoriev, banqueiro com ligações à FSB (antiga KGB), os serviços secretos do país, e Alexei Kulikov, detido em 2016 sob acusações de fraude.

O banco dinamarquês Danske encerrou cerca de 20 contas russas da sua filial na Estônia, depois de concluir que estas estavam a ser usadas desde 2012 para desviar dinheiro através de companhias britânicas.

Foi já no passado mês de setembro que se soube que esta mesma filial estava no centro de um caso de lobbying secreto de dinheiro proveniente do Azerbaijão. Em causa estariam supostamente mais de dois milhões de euros.

O Danske já reagiu a esta polêmica na segunda-feira, embora sem entrar em detalhes sobre clientes específicos: “Lançamos uma investigação minuciosa para chegar ao fundo dos eventos naquele período da nossa filial na Estônia”.

Com informações da Euronews.

Sobre o Colunista

Allan Dos Santos

Pai, empresário, jornalista, correspondente internacional, apresentador e cofundador do canal Terça Livre TV.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: