fbpx

Seis estados pedem para juntar-se ao Texas em ação contra violação eleitoral



Após o estado do Texas entrar com um processo contestando as mudanças nas regras eleitorais em Geórgia, Michigan, Pensilvânia e Wisconsin, outros seis estados endossaram a ação nesta quinta-feira, 10/12.

Diferente da adesão feita por dez estados, noticiada ontem, 09/12, pelo Terça Livre, os estados Missouri, Arkansas, Louisiana, Mississippi, Carolina do Sul e Utah, agora podem fazer parte do requerimento da ação.

No requerimento os estados argumentam que a “Moção dos Estados Intervenientes é inquestionavelmente oportuna” no atual contexto de violação constitucional na eleição.

‘Intervenientes’ é o termo usado para denominar a terceira pessoa – neste caso, os estados – que participa de um processo jurídico.

“Eles – Missouri, Arkansas, Louisiana, Mississippi, Carolina do Sul e Utah – compartilham o Estado do Requerente de Preocupações do Texas e do interventor Donald J. Trump sobre a administração inconstitucional da Eleição presidencial nos Estados Réus, e seu impacto nos eleitores dos Estados Intervenientes”, diz outro trecho do requerimento.

Os estados aguardam agora a autorização da corte para oficialmente se tornarem “Estados Intervenientes”.

A informação é do correspondente internacional do Terça Livre, o jornalista Allan dos Santos.

Leia o requerimento na íntegra: terçalivreMotion to Intervene and Proposed Bill of Complaint – Final With Tables

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: