fbpx

‘Senado não tem autoridade para julgar impeachment após a posse’, diz senador

Tasos Katopodis/Getty Images


O senador Tom Cotton, do partido Republicano, disse nesta quarta-feira (13) que o Senado carece de autoridade constitucional para conduzir o processo de impeachment contra o presidente Donald Trump quando ele deixar o cargo.

“O Senado carece de autoridade constitucional para conduzir processos de impeachment contra um ex-presidente. Os fundadores [dos EUA] projetaram o processo de impeachment como uma forma de remover detentores de cargos públicos – não um inquérito contra cidadãos privados”, disse Cotton em um comunicado, segundo a Epoch Times.

O Senador disse que vai se opor a outro julgamento de impeachment no Senado depois que os democratas na Câmara dos Representantes, acompanhados por dez republicanos, votaram a favor do processo.

O impeachment, realizado em uma única sessão de sete horas, foi o mais rápido da história dos Estados Unidos. É também a primeira vez na história do país que um presidente sofreu impeachment duas vezes.

Os republicanos criticaram a pressa, argumentando que não foi oferecido o devido processo ao presidente e nenhuma confiança no processo ao povo americano.

Os democratas justificaram o processo alegando que Trump representa um perigo para a nação todos os dias em que está no cargo.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Esposa, jornalista, tupãense e católica. 23 anos.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: