fbpx
Em pronunciamento, à bancada, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Senador Fernando Bezerra explica que é ‘ilação’ afirmar que comportamento de Bolsonaro prejudicou Butantan



O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) disse nesta quinta-feira (27), durante a CPI da Covid, ser “ilação” afirmar que comentários e atitudes do presidente Jair Bolsonaro comprometeram o andamento das atividades do Instituto Butantan durante a produção de vacinas contra o vírus chinês.

A comissão recebeu ontem (27) Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan. Dimas Covas afirmou que a produção de vacinas contra a Covid-19 ficou “prejudicada” no país devido a atritos do Governo Federal com o governo chinês.

O senador Fernando Bezerra rebateu as alegações e pontuou que o governo da China afirma, em notas oficiais, que os atrasos não têm nada a ver com palavras do presidente, mas se devem a questões contratuais.

Fernando Bezerra recordou ainda os repasses que naturalmente são feitos pelo Governo Federal ao Instituto, rebatendo também as alegações de que faltou ajuda do governo ao Butantan. O Ministério da Saúde é o principal mantenedor do órgão de pesquisas.

“O principal parceiro do Butantan é o Ministério da Saúde, que repassou R$ 3,5 bilhões para o instituto em 2019 e 2020. Somente o contrato com o governo federal para fornecimento da vacina contra Covid para o Programa Nacional de Imunização soma R$ 5,7 bilhões”, afirmou o senador, que é líder do governo no Senado.

“Nós acompanhamos aqui durante o depoimento de muitos senadores e falas do presidente do Instituto Butantan, que determinadas atitudes, comentários, ações do presidente da República, ministro da Saúde e do governo federal teriam criado constrangimentos e dificultado o desenvolvimentos negociais do Butantan. Mas nós estamos analisando a conduta do governo do presidente Bolsonaro, que nos dois primeiros anos de governo fez parceria com o Butatan e a transferência de 3 bilhões e 500 milhões de reais. Será que é correto afirmar que teve má vontade? Que o governo federal atrapalhou o Butantan quando o governo garante um contrato de mais de 6 bilhões de reais?”, questionou o congressista.

E continuou: “Faço essas colocações porque aos que estão nos assistindo, parece até que o governo federal interditou sua relação com o Butantan. Que criou dificuldades e que criou uma posição intransponível”.

Ainda sobre o assunto, o senador pontuou que o governo da China afirma, em notas oficiais, que atrasos não têm nada a ver com palavras do presidente da República, mas se devem a questões contratuais. “Mas o senhor diz que as falas atrapalham. Quem está falando a verdade?”, interpelou.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: