fbpx

Sérgio Cabral delata três ministros do TCU

sergio cabral


O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que está condenado a 282 anos, cinco meses e três dias de prisão – já contando as revisões em segunda instância –, fez um acordo de colaboração premiada e delatou, nessa quarta-feira (15/7), três ministros do Tribunal de Contas da União, informa Crusoé.

São três os ministros delatados por Cabral: Vital do Rego, que já foi senador e deputado; Bruno Dantas, que foi consultor do Senado e, com 36 anos, o mais jovem ministro a ingressar no tribunal; e Raimundo Carreiro, que foi topo de carreira no funcionalismo do Senado.

Os três foram acusados de receber, via Fecomércio do Rio de Janeiro, R$ 100 mil por mês para deixar passar “as coisas” do Rio. Cada um dos ministros teria recebido esse valor por um período de mais de um ano, segundo a delação do ex-governador. Cabral também afirma que outros R$ 100 mil ficavam com o advogado Marcelo Nobre.

Assista aos comentários da notícia

Fonte: Crusoé

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...