fbpx

Serra pede foro privilegiado ao STF em investigação sobre caixa 2



O senador José Serra (PSDB-SP) pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) para ter foro privilegiado em ação que apura suposto esquema de caixa 2 na campanha do tucano ao Senado em 2014.

A decisão sobre a concessão ou não do foro será do ministro Gilmar Mendes. Ele foi sorteado pela Corte para apreciar a solicitação de Serra.

Se atendido, o caso será levado à Suprema Corte. A legislação atual, no entanto, determina que o foro só é válido caso um suposto crime tenha relação direta com o mandato.

No caso de Serra, as acusações são referentes à campanha, ou seja, antes que ela tenha sido eleito para o Senado.

Para os advogados do senador, no entanto, os fatos investigados vão além do período eleitoral. De acordo com o site Poder360, a defesa não citou os pontos que interliguem a prática ao exercício da função de senador.

“As passagens da representação policial escancaram que a finalidade da investigação em curso contra José Serra vai muito além do que o período das eleições de 2014 ao Senado Federal, contemplando também fatos diretamente praticados no desempenho de sua atual função como membro do Congresso Nacional”, afirma.

Com informações, Poder360

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: