fbpx

SP: Promotor denuncia ala de hospital fechada em Bauru



O 2º Promotor de Justiça com atribuição na área de Saúde Pública, Enilson David Komono, publicou em suas redes sociais na última sexta-feira (29) uma série de denúncias sobre o fechamento de uma ala no hospital da cidade.

“Eu estou aqui na clínica cirúrgica II. Vocês vão ver que ela foi fechada. Olha como o estado trata os leitos, olha a situação. Isso aqui: 17 leitos fechados, mas o estado diz que está ampliando”, denunciou o promotor.

“Hoje é dia 29 de janeiro de 2021, então é importante que isso aqui fique registrado. Uma ala inteira do Hospital de Base (HB), que é o hospital tradicional da DRS VI, responsável por 1,8 mil habitantes, e está fechada uma clínica cirúrgica”, disse o promotor através de vídeos publicados em sua rede social.

Além da ala fechada, Enilson Komono disse ainda que existe uma fila de espera no pronto-socorro central. Os pacientes estão à espera por vagas de cirurgias no hospital da cidade.

Em uma nota publicada, o promotor esclareceu o porquê das filmagens e explicou que há anos a saúde de Bauru sofre com descaso  por parte da administração pública, não só do município como também do governo estadual de São Paulo.

“O promotor ganhou notoriedade na quarta-feira (27), ao afirmar que o Plano São Paulo é “enganoso” e que a gestão Doria é “omissa” na luta contra o vírus chinês”, afirmou o portal de notícias da Revista Oeste.

O governador João Doria respondeu as acusações de Komono, dizendo que as cirurgias estão adiadas por conta da crise causada pelo coronavírus, mas que os pacientes podem ser encaminhados para outros hospitais da própria cidade.

O promotor Enilson Komono recebeu direito a resposta e declarou:

“Quem ignora a situação de Bauru e não promove as medidas necessárias para defender a saúde da população é o governo do Estado, omisso em suas obrigações — diminuiu leitos em vez de aumentar. Essa omissão mata pessoas há muitos anos (ao menos desde 2013), muito antes da pandemia, sendo o descaso do governo já objeto de condenação. Este sim, deve responder por eventuais mortes que ocorreram e possam ocorrer”.

Veja os comentários dessa notícia no Boletim da Manhã desta segunda-feira (01):

Leia a nota do promotor:

“ESCLARECENDO O PORQUÊ DAS FILMAGENS

Em 2013 o MP ingressou com ação exigindo leitos de internação e UTIs para atender os pacientes que ficam “mofando” no Pronto Socorro e UPAs.

Conseguimos a condenação definitiva (STF e STJ inclusive negaram os recursos dos réus).

Em 2020 iniciamos a “Execução da Sentença Condenatória” e já foram bloqueados mais de R$ 17,7 MILHÕES com a autorização para atender pacientes na REDE PRIVADA (isso porque passados OITO ANOS ainda temos fila diária com DEZENAS de pacientes no PS e UPAs – já que o Estado DIMINUIU a quantidade de leitos ao invés de aumentar e insiste em deixar o HC fechado.)

Ou seja, tudo o que estava ao nosso alcance foi feito com dedicação (3 promotores trabalharam muito no processo nesses 8 anos).

Contudo, o governo declarou AO VIVO, em REDE NACIONAL, que um de nós era “PROMOTOR DA DOENÇA”, dentre outros “elogios”…

Diante disso recebemos o apoio dos mais diferentes órgãos e através das filmagens realizadas buscamos mostrar a verdade do nosso sistema de saúde para que a POPULAÇÃO (que paga meu salário… e o deles também) possa julgar e decidir quem é o “Promotor de Doenças” por aqui.

A gravação dentro do HC visou mostrar que as informações divulgadas pelo governo nas coletivas de imprensa nem sempre refletem a realidade (vide os 5 leitos de UTI declarados como “abertos no HC” pelo secretário Vinholi – que não existem na prática!).

Caso o estado não cumpra as sentenças condenatórias muitas outras filmagens serão feitas (há muito a ser mostrado por aqui, infelizmente).

A promotoria de Bauru continuará trabalhando para defender a população e punir os (i) responsáveis, sejam municipais, estaduais, federais ou particulares.

Somos pequenos, limitados, mas #juntossomosfortes.

Deus abençoe a todos.
Ubuntu 🙏
Enilson Komono
Promotor de Justiça

Obs: para quem quiser conferir a ação mencionada é n. 0003378-47.2020.8.26.0071.”

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: