fbpx

STF determina investigação de gastos da Saúde com cloroquina



O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Polícia Federal (PF) realize novas investigações para apurar a responsabilidade do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, por suposta irregularidade cometida na pasta e em relação ao fornecimento de oxigênio para hospitais de Manaus.

A decisão do ministro ocorre após pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Na semana passada investigadores da PF ouviram Pazuello.

O órgão vai agora colher informações sobre os gastos envolvidos na aquisição de cloroquina e “identificar os responsáveis por desenvolver um aplicativo do ministério que recomendava o uso desse medicamento aos pacientes diagnosticados com a doença, o TrateCov”, afirmou o jornal O Globo.

Conforme o Terça Livre noticiou, apesar de encontrar resistência por parte dos militantes anti-tratamento precoce, o medicamento, bem como a ivermectina, já apontaram eficácia nas reduções de mortes por Covid-19.

Agora as seis diligências solicitadas pela PGR, que devem ser cumpridas pela PF serão:

– Obter acesso aos e-mails trocados entre o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde do Amazonas para apurar sobre o colapso do oxigênio no Estado.

– Tomada de depoimentos de representantes da empresa White Martins, fornecedora de oxigênio, a respeito dos fatos.

– Obtenção de informações sobre as tratativas de transporte de oxigênio para Manaus e de remoção de pacientes de Manaus para os hospitais universitários federais”.

– Identificação e tomada de depoimento dos desenvolvedores do aplicativo;

– Identificação de gastos de aquisição e distribuição dos medicamentos cloroquina e hidroxicloroquina e dos testes do tipo RT-PCR.

– Tomada de depoimentos de funcionários do ministério e das secretarias de Saúde do Amazona e de Manaus que acompanharam os fatos.

Com informações: O Globo.

Sobre o Colunista

Bruna Lima

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • E eles vão achar que a cloroquina custa MUITO MENOS que qualquer outro produto que foi comprado pela Saúde. STF vai quebrar a cara de novo.

  • PQP, o STF assumiu sem vergonha alguma a iniciativa de julgar toda e qualquer ação do governo federal, procurando exaustivamente qualquer prova que possa contribuir para o impeachment do presidente Bolsonaro. E não se enganem, se o legislativo julgar improcedente a abertura, o próprio STF vai passar por cima do legislativo e da Constituição Federal. A deputada Bia Kicis vai ter muito trabalho pela frente, esta nas mãos dela resolver esta questão, Deus a proteja!

  • Não entendi: por que o stf, serviço de troca d e favores, não investigou os fechamentos de 34 mil leitos do SUS, durante o ano da construção de estádios de futebol, 2011-2018? A globosta roubou bastante?
    E não foi manchete?
    Já devolveu o que deve à FIFA?

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: