fbpx
Weleson Nascimento/PTB Nacional

STF determina prisão de Roberto Jefferson



 

Por determinação do ministro Alexandre de Moraes, a Polícia Federal cumpriu, na manhã desta sexta-feira (13), ordem de prisão contra o ex-deputado e atual presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson, em Comendador Levy Gasparian (RJ).

O motivo alegado pelo ministro do STF para a prisão do ex-deputado é a participação dele em uma suposta milícia digital e ataques às instituições democráticas. A organização criminosa teria sido montada, principalmente, para atacar a próxima eleição, de acordo com a CNN Brasil.

“Desde já, autorizo o acesso a mídias de armazenamento (inclusive celulares, HDs, pen drives apreendidos, materiais armazenados em nuvem), apreendendo-se ou copiando-se os arquivos daqueles julgados úteis para esclarecimento dos fatos sob investigação”, escreveu o juiz.

Alexandre de Moraes também determinou investigação sobre o uso de recursos do fundo eleitoral pelo PTB, para averiguar se o dinheiro foi usado para cometimento de crimes contra a democracia e a divulgação de fake news.

“Determinei a expedição de ofícios ao TSE, ao Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão, e à Procuradoria-Geral Eleitoral, para as providências cabíveis, em virtude da possível utilização da condição de presidente de Partido Político – com a consequente utilização de recursos do fundo partidário – para incorrer nas condutas ora em análise”, publicou o magistrado em outra parte de seu despacho.

Eduardo Bolsonaro analisou a situação no Boletim da Manhã dessa sexta-feira (13) e mostrou que os opositores já não têm muitas ferramentas.

“A única chance que eles têm de ganhar é fazer isso que eles estão fazendo, e esses atos, como por exemplo a prisão do Roberto Jefferson, do Daniel Silveira, do Alencar, do Oswaldo Eustáquio, da Sara Winter, etc., a prisão desse pessoal é um ato de desespero, o sistema está estrebuchando”, ressaltou.

Assista aos comentários da notícia:

Sobre o Colunista

Italo Toni Bianchi

Ítalo Toni Bianchi, membro do Movimento Conservador, bacharel em teologia pelo Seminário Teológico Batista Nacional Enéas Tognini. Músico percussionista, leitor, preletor e jornalista do portal Terça Livre.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: