fbpx

Suprema Corte de Wisconsin rejeita processo eleitoral de Trump



A Suprema Corte de Wisconsin rejeitou nesta quinta-feira (3), por 4 votos a 3, uma ação movida pelo presidente Donald Trump que tentava anular os resultados da eleição no estado.

De acordo com o jornalista Alex Salvi do One American News, a alegação da Corte foi de que o caso primeiro precisa enviar as ações em tribunais inferiores.

A decisão do tribunal (acesse à íntegra) foi baseada na lei estadual que exige que as ações que pedem recontagem sejam ajuizadas em um tribunal menor e não diretamente no Supremo Tribunal Federal.

O juiz conservador Brian Hagedorn juntou-se a outros três juízes do tribunal para rejeitar o caso, dizendo que qualquer contestação deve começar primeiro em tribunal.

“Como órgão judicial, fazemos bem em cumprir as normas judiciais comprovadas pelo tempo, mesmo – e talvez especialmente – em casos de grande visibilidade”, escreveu ele. “Seguir a lei que rege as contestações aos resultados eleitorais não é uma ameaça ao Estado de Direito”.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: