fbpx

TCU absolve Dilma no caso da refinaria de Pasadena



O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) absolveu nesta quarta-feira (14) a ex-presidente Dilma Rouseff e condenou o ex-presidente Petrobras, José Sérgio Gabrielli, por prejuízos na compra da refinaria de Pasadena. No mesmo processo foram condenados os ex-diretores Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró, delatores da Operação Lava Jato.

Em 2006, Dilma integrava o conselho de administração da Petrobras e votou favorável à compra da refinaria. A petista diz que não teve acesso a todas as informações necessárias para a aquisição.

A compra foi alvo de várias investigações da Lava Jato de Curitiba, mas nenhuma acusação foi feita contra a ex-presidente. O ministro Vital do Rêgo, relator do caso apontou, no entanto, irregularidades nas condutas de Gabrielli, Costa, Cerveró e do gerente Luís Carlos Moreira da Silva. Eles foram condenados à multa de R$ 110 milhões e a oito anos de impossibilidade de assumir cargos públicos. Cerveró deverá pagar mais uma multa, no valor de R$ 67,8 mil.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: