fbpx

Texas processa governo Biden por suspender prisões de imigrantes criminosos



O procurador-geral do Texas, Ken Paxton, processou a administração Biden nesta terça-feira (6) por ordenar que funcionários da imigração suspendessem as prisões de imigrantes criminosos.

Paxton condenou a recusa de Joe Biden em assumir a custódia por bandidos perigosos e fabricantes de drogas, conforme é exigido pela lei federal. A ação do Texas alega que o presidente americano implementou diretivas inconstitucionais, que permitem que estrangeiros ilegais perigosos já condenados por crimes circulem livremente pelos Estados Unidos.

O presidente reverteu uma política da era Trump que evitava que certos imigrantes sem documentos que haviam sido condenados fossem colocados de volta às ruas, afirma o Texas na contestação.

O procurador-geral afirma que, desde que Biden assumiu o cargo, os funcionários federais da imigração rescindiram vários pedidos de detenção, devolvendo os criminosos de volta à comunidade e abrigando-os às custas dos contribuintes do Texas.

“Ao não assumir a custódia de criminosos estrangeiros e não dar nenhuma explicação para essa mudança imprudente de política, o governo Biden está demonstrando um desrespeito flagrante pela segurança de texanos e americanos”, diz Ken Paxton em comunicado anunciando o processo.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Esposa, jornalista, tupãense e católica. 23 anos.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: