fbpx

Texas remove financiamento da empresa abortista Planned Parenthood



A juíza do estado americano do Texas, Lora Livingston, decidiu na última quarta-feira (10) remover seu financiamento à empresa abortista Planned Parenthood.

 “A Planned Parenthood não é um provedor ‘qualificado’ sob a Lei Medicaid e não deve receber financiamento público por meio do programa Medicaid”, disse o procurador-geral do Texas, Ken Paxton.

O esforço do estado para excluir a Planned Parenthood do Texas Medicaid começou em 2015. Na época, a organização pró-vida Center for Medical Progress publicou um vídeo, mostrando executivos de uma clínica de Houston, falando sobre a venda de partes do corpo de bebês abortados para pesquisa.

“O vídeo disfarçado mostrou claramente a Planned Parenthood admitindo conduta moralmente falida e ilegal, incluindo violações da lei federal ao manipular o momento e os métodos de aborto para obter tecido fetal para suas próprias pesquisas”, disse Paxton.

Dyana Limon-Mercado, diretora-executiva da Planned Parenthood, respondeu à decisão somente acusando o governador do Texas, Greg Abbott, de não fazer o que é melhor para o povo do Texas.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: