fbpx

TikTok Brasil cria conselho para ‘combater desinformação’



A rede social chinesa TikTok divulgou na última terça-feira (2/3) que irá criar um Conselho Consultivo de Segurança para combater a “desinformação”, “discurso de ódio” e “bullying” no Brasil. Segundo a rede social, o comitê será composto por 6 membros.

No comunicado, a empresa de tecnologia informou que essa iniciativa faz parte de uma “estratégia global para entender as culturas locais” e supostamente busca manter o appinclusivo”, “diverso” e “seguro”.

“A segurança é uma prioridade para nós, pois é a base de nossa comunidade diversa e criativa. Para isso, constantemente, revisamos os nossos recursos e políticas existentes e inovamos para tomar novas medidas ousadas”, diz um trecho do documento, que foi assinado pelo diretor sênior de Confiança e Segurança das Américas, Jeff Collins.

O TikTok, por possuir ampla ligação com o Partido Comunista da China (PCCh), já foi apontado pelas autoridades americanas como uma ameaça à segurança nacional, alertando ainda a outros países para ter cuidado com a plataforma chinesa.

Atualmente, o aplicativo é conhecido mundialmente e conta com mais de 800 milhões de usuários cadastrados.

 

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: