fbpx

Tóquio pede que Pequim pare de fazer humilhante teste anal para Covid-19 em japoneses



Tóquio pediu a Pequim que parasse de fazer testes de cotonete anal para COVID-19 em cidadãos japoneses, pois o procedimento causa sofrimento psicológico, disse um porta-voz do governo ontem.

O secretário-chefe de gabinete, Katsunobu Kato, disse que o governo não recebeu uma resposta de que Pequim mudaria o procedimento de teste, então o Japão continuaria a pedir à China que altere a forma de teste.

“Alguns japoneses relataram à nossa embaixada na China que receberam testes anais, o que causou uma grande dor psicológica”, disse Kato em entrevista coletiva.

Não se sabe quantos japoneses receberam esses testes para o coronavírus. Algumas cidades chinesas estão usando amostras retiradas do ânus para detectar possíveis infecções por COVID-19, enquanto a China intensifica a triagem para garantir que nenhum portador potencial do novo coronavírus seja perdido.

O Ministério das Relações Exteriores da China negou no mês passado que diplomatas americanos no país tivessem sido obrigados a fazer testes de esfregaço anal para COVID-19, após relatos da mídia de que alguns reclamaram do procedimento.

Com informações, Chanel New Asia

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: