fbpx

Trump anuncia série de sanções contra Cuba



O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, resolveu apertar o cerco ao comunismo mais uma vez. Ele anunciou nesta terça-feira (22/9) uma série de sanções contra o regime cubano em discurso aos veteranos do conflito na Baía dos Porcos. Dentre elas, o fim de importações de álcool e tabaco vindas da ilha.

Trump também chamou de “patéticos” os acordos firmados pelo seu antecessor na presidência, o democrata Barack Obama e o ditador Raúl Castro.

O líder da Casa Branca também anunciou sanções contra o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, e a Nicarágua, governada pelo sandinista Daniel Ortega.

Com isso, Trump fez um grande aceno à comunidade latina de seu país. Na Flórida, Estado bastante relevante para as eleições que se aproximam, o governo de Cuba é amplamente repudiado.

“Não retiraremos sanções de Cuba até liberdade dos presos políticos e realização de eleições livres”, prometeu o republicano, que disse que em breve o ocidente estará livre do comunismo e parabenizou àqueles que lutam pela liberdade tanto na ilha, quanto na Venezuela.

Donald Trump ainda lembrou que o novo presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Mauricio Claver-Carone, é cubano e concorda com ele quando diz que a recuperação econômica dos Estados Unidos será em um super V. “O próximo ano será um dos melhores na economia”, concluiu.

Com informações, Revista Oeste

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: